A FAMÍLIA PASTORAL E A OBSERVÂNCIA DO SÁBADO

A FAMÍLIA PASTORAL E A OBSERVÂNCIA DO SÁBADO

A vida do pastor no sábado é, na maioria das vezes, muito intensa e repleta de atividades. E a família? A família vai se adaptando a essa rotina intensa, mas, às vezes, a esposa e filhos se sentem privados da presença do esposo e pai. Se o sábado é um presente de Deus para todos os seus filhos, como podemos desfrutar deste presente conciliando a vida pastoral e o cuidado e atenção à família, neste dia tão sagrado e especial?

Sabemos que Deus ao presentear o sábado tinha e tem como objetivo trazer ao homem uma conexão mais profunda com o seu criador e, ao mesmo tempo, criou espaço para que recarreguemos nossas energias físicas, emocionais, familiares e espirituais. Deus nos deixou claro que o sábado é um sinal de obediência e sabedoria da nossa parte, Suas criaturas “…Certamente guardareis os Meus sábados; pois é sinal entre Mim e vós nas vossas gerações; para que saibais que Eu sou o Senhor, que vos santifica. ” Êxodo 31:12, 13.

Por isso, é importante refletirmos e relembrarmos alguns pontos orientadores na observância do sábado, para que esse dia continue sendo uma bênção para a igreja e para a família pastoral.

Sábado é sábado para todos: A Bíblia não indica princípios orientadores específicos para pastores e outros para os não pastores.  É um dia de muitas atividades para todos e, acima de tudo, um dia de adoração ao Deus criador.

Natureza das atividades: A diferença, entre pastor e não pastor, está na natureza das atividades. “Os sacerdotes no templo realizavam maior trabalho no sábado que em outros dias. O mesmo trabalho, feito em negócios seculares, seria pecado, mas a obra dos sacerdotes era realizada no serviço de Deus”. O Desejado de Todas as Nações, 285. Deus chamou o pastor para liderar, coordenar e delegar as atividades gerais da igreja de adoração, louvor, atividades missionárias entre outras tantas. É importante que, quando possível, a família pastoral esteja envolvida nessas atividades para que o pastor, esposa e filhos estejam unidos, próximos, criando laços entre si e com a igreja.

Cuidado com a nova geração de crentes – Nossos filhos são a próxima geração de líderes da igreja e devem, desde cedo, desenvolver a correta observância do sábado a partir de nosso convívio com eles. “Acima de tudo, cuidai de vossos filhos no sábado. Não permitais que eles o violem, pois vós mesmos o estareis violando se consentirdes que vossos filhos o façam” {ME3 257.3}. “Coisa alguma pode desculpar o pastor de negligenciar o círculo interno, pelo mais amplo círculo externo. O bem-estar de sua família vem em primeiro lugar” Lar Adventista, p.353. Por isso, é importante, quantas vezes forem possíveis, começarmos o sábado em família. Na sexta-feira todos devem estar envolvidos nos preparativos para o sábado e, ao pôr-do-sol, o pastor precisa estar juntinho da esposa e filhos. Que sejam momentos muito especiais, só de vocês. E após, que todos façam a refeição juntos, ajudem a preparar a mesa, riam, conversem como serão as atividades do sábado.

 Incluir a família no itinerário de atividades –  Apesar das intensas atividades pastorais no sábado, é importante planejar momentos para estar com a família. Ellen White cita um desses momentos e nos inspira a fazer o mesmoÉ uma bela manhã. Este é o dia de repouso do Senhor, e desejamos guardar o sábado para que Deus possa aceitar os nossos esforços e para que nossa própria alma seja restaurada. Demos um passeio, procurando um lugar retirado num bosque, onde pudéssemos orar e ler”   Manuscrito 4, 1872.

Reservar sábados para a família – Ao planejar as atividades, o calendário e o itinerário do ano, assente-se com sua esposa e inclua os sábados e atividades que poderão ser dedicados à família, para que também possam desfrutar as bênçãos do sábado juntos.

Algumas reuniões e comissões não precisam ser realizadas no dia de sábado- Algumas vezes por praticidade e a fim de liberarmos horas para outros compromissos ao longo da semana, sobrecarregamos como pastores e membros, a agenda do sábado com reuniões e assuntos da igreja. Isso dificulta dar às nossas famílias o privilégio de desfrutar as bênçãos sabáticas. Sejamos equilibrados em cuidar bem da igreja, sem descuidar da família.

A família pastoral indica caminhos para as demais famílias– A família pastoral não é, e nunca será  perfeita, porém é inegável sua influência em apontar caminhos para a prática das demais famílias na fé. “ Deve haver na família do pastor uma unidade que pregue um sermão eficaz sobre a piedade prática”. O Lar Adventista pag. 359.

A guarda do sábado e o testemunho para os não crentes- Ensinamos mais com nossas atitudes do que com nossas palavras. Nossos vizinhos, amigos, comunidade e igreja estão sempre observando nossa maneira de agir, inclusive a forma como guardamos o sábado. Percebemos isto no alerta dado por Ellen WhiteHá os que estão observando este povo para ver qual é a influência da verdade sobre eles… quando lhes são apresentados os reclamos do quarto mandamento, eles olham para ver como ele é considerado pelos que professam obedecer-lhe. Examinam a vida e o caráter de seus defensores, para verificar se estão em harmonia com a sua profissão de fé; e, com base nas opiniões assim formadas, muitos são grandemente influenciados na aceitação ou rejeição da verdade” Manuscrito 3, 1885.

A importância e a glória do Sábado– o sábado é um dia glorioso de deleite, de louvor, de gratidão, de adoração, de comunhão com Deus, de relacionamentos, de missão, de ajuda ao próximo, de estar com a família, de estar na igreja, de sorrir, de abraçar, de ser feliz… o sábado é um antegozo do céu. Ellen White exemplifica isso nos contando um pouquinho da sua vivência no sábado. “Ontem [10 de Agosto de 1851], que era sábado, tivemos agradável e glorioso período. O Senhor encontrou-Se conosco, e a glória de Deus foi derramada sobre nós, e fomos levados a regozijar-nos e a glorificar a Deus por Sua extraordinária bondade para nós”… Mensagens Escolhidas vol 3, p.260.

Que o Senhor Deus derrame sobre cada família pastoral, a sabedoria do Espírito Santo, para que possamos viver, ministrar e desfrutar das horas do sábado, conforme a vontade de Deus.

O pastor Alacy Barbosa é um experiente educador e apaixonado por pessoas e por temas de família. Já realizou centenas de encontro de casais e de famílias ao longo de 30 anos de trabalho. Atuou como Professor, Departamental, Diretor de escolas e de internato no campo da UCB. Atualmente é Departamental de Família na DSA. É formado em Pedagogia e Teologia.
É casado com a Pedagoga Maria Cristina Barbosa, tem uma filha, Emily Christine Barbosa de 25 anos e 2 netinhos. Um dos seus sonhos é que todas as famílias desfrutem de um lar feliz enquanto seguem rumo ao lar celestial.