Mudando sua comunidade através do Evangelismo da necessidade

Mudando sua comunidade através do Evangelismo da necessidade

Primeiramente, faça a seguinte pergunta: Seu ministério tem alcançado as necessidades das pessoas? Quão relevante sua igreja e especialmente você tem sido para sua comunidade?

Por mais incrível que pareça para alguns, o método utilizado por Cristo por si só é o mais eficiente em alcançar as pessoas. O salvador se misturou com as pessoas como alguém que desejava o bem delas e assim conquistou sua confiança. Depois desse processo ele dizia: “siga-me”.

É necessário buscar uma aproximação consciente e intencional. Se menos tempo fosse gastado em sermões e teorias e mais tempo fosse gastado com o ministério pessoal e relacional, maiores resultados seriam vistos. O pobre necessita ser ajudado, o doente atendido, os enlutados consolados, os ignorantes instruídos e os inexperientes aconselhados. Acompanhado pelo poder da persuasão, poder da oração e o poder de Deus, o trabalho simplesmente não poderá não gerar frutos.

Se você tivesse que dar uma nota para sua igreja entre 1 (horrível) a 10 (eficiente) relacionada a capacidade dela em alcançar e suprir as necessidades dos moradores de sua comunidade, que nota você a daria? seja honesto! Podemos investir e sermos eficientes em campanhas evangelistas, mas será que estamos realmente sendo a luz para o mundo e sal para a terra? De quais maneiras podemos intencionalmente alcançar esses objetivos?

 

Eu meu ministério, eu aprendi que há uma pergunta de cinco palavras é essencial para descobrir as necessidades da comunidade: “Como eu posso te ajudar?” Quando foi a ultima vez que você fez essa pergunta para algum amigo, algum vizinho, algum pastor colega de trabalho, para algum morador de rua ou até para um atendente de alguma loja? Muitos pastores e membros passam de lugar em lugar, se comunicam com muita gente, mas se tornam irrelevantes em sua comunidade. Mas quando intencionalmente entramos nas necessidades das pessoas da mesma maneira como Jesus fez, criamos novas oportunidades de mostrar que nosso evangelho é real e que transforma vidas.

Quando começamos a pensar sobre esse método intencional de alcançar as necessidades das pessoas, um ponto fundamental é o envolvimento de novos cristãos nesse estilo de evangelismo. Por que? Novos cristãos provavelmente entenderão melhor as necessidades e a melhor maneira de alcançar a comunidade. Eles não precisam de muita experiência ou conhecimento para evangelizar, só precisam de seu testemunho pessoal de como Jesus transformou sua vida. Podem mostrar para os outros de como a igreja foi importante e os abraçou em suas necessidades. Descobri que esses novos discípulos são a melhor maneira de conectar a igreja a sua comunidade.

Você precisa identificar as necessidades de sua comunidade. Uma maneira gratuita e fácil de fazer isso é entrar em sites oficiais do governo e ver os indices relacionados ao seu bairro. Conversar com pessoas que trabalham na prefeitura ou por exemplo com a associação de seu bairro. Você também deve as vezes dirigir em sua comunidade durante o dia para ter uma noção sobre os hábitos das pessoas e características do bairro. Não tenha medo em dizer que sua igreja quer ajudar o bairro ao falar com as pessoas. Não tenha medo de mencionar o nome da igreja nessas horas. Você ficará surpreso como essas informações se tornarão a base para o seu planejamento evangelístico e como preconceitos irão cair.

Outro ponto importante nesse processo é a oração. Ore pelos seus amigos, familiares, vizinhos que ainda não conhecem a Jesus. Não ore somente pela sua vida. Ore pelos outros também. Ao orar em sua igreja, mencione o bairro, mostre parar eles sua preocupação em abençoar o seu bairro. Diga para as pessoas que você está orando por elas. Distribua cartazes em lugares públicos e deixe o Espirito Santo trabalhar em seu bairro.

Ajudar as pessoas em suas necessidades é a maneira mais fácil e eficiente para começar um processo de evagelismo e impacto em seu bairro. Não deixe somente para os Calebes limparem a praça, cortarem a grama das casas e ajudar pobres e outras pessoas. Em meu ministério, eu encontrei diversas maneiras de alcançar as pessoas, como distribuição de comida de noite, locação de uma van para ajudar as pessoas a se deslocarem após o trabalho, aulas de exercício na praça, clubes de brinquedo e esporte para crianças, aulas de instrumento e até de alfabetização para pessoas mais velhas. Curso de inglês, curso de culinária… seja criativo! Você vera que esses grupos não só afetam positivamente toda a comunidade como deixam a igreja viva e com um espirito missionário.

Tenha uma noção clara dos passos de discipulado que Jesus fez aos discípulos e seus seguidores. Mostre preocupação pelas pessoas, depois mostre Cristo para elas e ajude elas a terem um relacionamento solidificado com Ele. Não complique demais. Mantenha-os centrado em Cristo e com uma vida feliz em comunidade, e então perceberá que elas mesmos irão querer saber o que Deus quer que elas façam por Ele. Esse é o momento onde as doutrinas e ensinos bíblicos entram, não antes.

Esses são apenas alguns passos e ideias iniciais de quão simples e eficiente o evangelismo centrado em atender as necessidades das pessoas pode ser. Você pode querer levar algumas dessas ideias para as próximas reuniões em sua igreja e discutir com seus auxiliares para desenvolver elas e acrescentar novas. Não as mostre como ideias pessoais mas como uma iniciativa e uma nova visão do grupo.

 

Pr. Greg Pratt – Ministerial da União Australiana

  • Naldimar Petrônio

    “É necessário buscar uma aproximação consciente e intencional. Se menos tempo fosse gastado em sermões e teorias e mais tempo fosse gastado com o ministério pessoal e relacional, maiores resultados seriam vistos.” Declaração desafiadora, para todos os ‘pastores e mestres’ (Ef 4:11). Que Deus nos ajude…