9 de novembro de 2017

Elias, homem de oração

Elias, homem de oração

Texto Chave: 1 Reis 17:1-7

 

INTRODUÇÃO

  1. A maneira como Elias aparece na história é impressionante, não se sabe nada de sua vida anterior.
  2. O que sabemos é que ele veio de Tisbé, na região de Gileade, isso não ajuda a descobrir sua localização, pois esse nome “Tisbé” significa apenas “os hóspedes de Gileade”.
  3. Elias não era uma pessoa influente, não era conhecida, era, portanto, humilde, iletrado e não possuía estudos.

 

  1. O CHAMADO DE ELIAS
  2. Elias é chamado em uma época semelhante à nossa.
  3. O povo estava distante de Deus, vivendo em uma crise moral e espiritual.
  4. Nesse contexto, Deus chama Elias, para ser luz em meio ás trevas.

 

III. ELIAS É ENVIADO AO REI ACABE

  1. Deus chama Elias, e o envia para dar um recado ao rei Acabe. Ele vai e o faz de forma magistral e convicta V.1.
  2. Deus não está interessado em estrelas. Deus está interessado em homens e mulheres que aprendam a viver uma vida de oração.
  3. Elias se levantou diante do rei, porque primeiro se prostrou diante do Rei dos Reis. Quem ora, prega com poder.

 

  1. RETIRA-TE DAQUI
  2. Deus envia Elias para Querite. Esse é um termo que em hebraico significa cortar.
  3. Existia algumas coisas na vida de Elias que precisavam ser cortadas para que ele tivesse um ministério de êxito.
  4. Primeiro Deus trabalha na vida de Elias, para depois trabalhar através de Elias. V. 3. Deus, jamais o enviará a outros sem que primeiro Ele o convide a estar diante dEle.

 

  1. A TORRENTE SECOU
  2. Elias estava vivendo tranquilo, não foi para isso que Deus o havia chamado.
  3. Elias precisava aprender algumas lições com Deus. A torrente secou para Elias.
  4. Há momentos em que mesmo sendo um homem de Deus, uma mulher de Deus, a fonte seca.

 

  1. CONCLUSÃO
  2. Deus não está interessado em melhores métodos, Deus está interessado em melhores homens (de oração).
  3. O que a igreja necessita não é de mais e novos métodos, mas de homens poderosos na oração.
  4. Não é de grandes talentos, de grandes pregadores que Deus necessita, mas de homens grandes em santidade.

 

APELO

  1. Vivamos, pois, uma vida de oração.
  2. Deus quer trabalhar em você, para trabalhar através de você.
  3. Aceite o chamado de Deus e viva para Ele.

 

Adriano Pitombo

Estudante de Teologia no SALT – FADBA